Imprensa
Volkswagen
Nova Unidade de Pintura em Taubaté

À esquerda, Dr. Michael Macht, Membro do Conselho de Administração e responsável por Produção do Grupo Volkswagen, Prof. Dr. Martin Winterkorn (CEO do Grupo Volkswagen), Thomas Schmall (presidente da Volkswagen do Brasil) e Marcos Ruza (Diretor da fábrica de Taubaté) acionam o botão que dá início à operação da Nova Unidade de Pintura da fábrica de Taubaté, com outros membros do board da Volkswagen do Brasil e representantes dos trabalhadores da unidade

  • Conteúdo
  • Vídeos
  • Fotos

Com investimentos de R$ 427,8 milhões, a Pintura da fábrica de Taubaté estabelece novos padrões de tecnologia e proteção ambiental, se tornando referência na indústria automobilística brasileira. Inaugurada em outubro de 2012, com a presença do presidente do Grupo Volkswagen, Prof. Dr. Martin Winterkorn, do presidente da Volkswagen do Brasil, Thomas Schmall e outros executivos e colaboradores, a Nova Pintura da fábrica de Taubaté, iniciou as operações em KTL (aplicação da primeira camada de tinta), e prevê a produção em larga escala em fevereiro de 2013.

A Nova Pintura da fábrica da Volkswagen em Taubaté conta com a mais alta tecnologia mundial em equipamentos. As inovações tornam o processo produtivo ecológico, permitindo reduções de 30% no consumo de energia e de 20% no consumo de água por veículo produzido, em comparação a um processo de Pintura convencional. Outro benefício é que a Nova Pintura aumentará a capacidade produtiva da fábrica de Taubaté dos cerca de 1.000 veículos/dia atuais para 1.300 unidades diárias, com utilização plena das instalações da fábrica, que produz o Novo Gol e o Novo Voyage.

O novo processo utilizará 110 robôs, tornando a pintura interna e externa dos veículos 100% automatizada. Essa nova tecnologia permite eliminar uma camada de tinta do processo (Primer). Nesse processo os robôs fazem medição a laser, sem tocar na carroceria, para garantir a espessura da camada final aplicada. A tecnologia também oferece ganho ambiental, pois se elimina a energia necessária a uma etapa de secagem referente ao Primer.

Uma tecnologia inédita na América do Sul é o transportador de carrocerias usado nas fases iniciais da pintura, que permite giro de 360 graus das carrocerias dentro dos banhos do processo eletrolítico (KTL). A tecnologia elimina eventuais bolhas de ar e melhora substancialmente a eficácia da proteção anti-corrosiva e a qualidade do produto. Outra inovação é a limpeza externa da carroceria antes da aplicação do esmalte realizada por robôs, que operam com escovas eletrostáticas, garantindo a qualidade da camada final.

A Nova Pintura da fábrica da Volkswagen em Taubaté também é ecológica, trabalhando com tinta totalmente à base d'água. Aliada a equipamentos e processos de alto rendimento e baixo consumo energético, essa tecnologia de tinta à base d'água permite uso mínimo de solventes, limitado somente ao verniz de acabamento, e de gás natural em sua operação.

Outro destaque é a reciclagem do ar de exaustão das cabines robotizadas, uma tecnologia de limpeza eletrostática a seco, que é dez vezes mais eficiente que os sistemas convencionais que usam água. A tecnologia possibilita a reutilização de 80% do ar que seria descartado na atmosfera num processo convencional, proporcionando economia da energia, que seria gasta para aquecer ou resfriar o ar quando ele entra na cabine, onde sua temperatura deve ser mantida em aproximadamente 25°C.

Ganhos ambientais foram calculados

Antes mesmo de ser construída, a Nova Pintura da fábrica da Volkswagen em Taubaté já tinha como foco a preservação ambiental em todas as etapas do processo. Preocupada com o meio ambiente, a Volkswagen do Brasil inovou no projeto da área ao utilizar o software alemão GaBi, desenvolvido pelo Grupo Volkswagen em conjunto com a empresa PE International para alcançar a excelência no desempenho ambiental. O GaBi proporciona a avaliação completa de uma nova instalação ou processo industrial, antes mesmo de sua implementação. Dessa forma, é possível trabalhar preventivamente, minimizando os impactos ambientais.

O software GaBi calcula todos os potenciais de impacto ambiental da nova atividade operacional, como o possível consumo de recursos naturais, emissões de resíduos, emissões decorrentes da geração de energia, além das emissões geradas a partir de processos agregados.

Em seguida, o GaBi aponta qual seria o processo industrial mais adequado em termos ambientais. O resultado demonstra o impacto em quatro categorias: Aquecimento Global, Eutrofização (processo de degradação da qualidade da água), Acidificação e Dano à Camada de Ozônio.

Projeto foi desenvolvido com tecnologia digital inovadora

O projeto da Nova Pintura da fábrica da Volkswagen em Taubaté foi desenvolvido com auxílio da "Fábrica Digital Volkswagen", uma tecnologia do Grupo Volkswagen que consiste em softwares que simulam virtualmente as construções de unidades industriais e os processos produtivos, antes de serem implementados fisicamente.

As simulações da Nova Pintura, realizadas durante um ano e meio via computador, em ambiente 3D, permitiram a agilidade do projeto e a análise prévia de todas as possíveis interferências da obra. Além da construção, a "Fábrica Digital Volkswagen" também simulou o fluxo produtivo, garantindo que a nova área tenha a produtividade esperada.

O desenvolvimento do projeto da Nova Pintura de Taubaté pela "Fábrica Digital Volkswagen" foi realizado em parceria com a matriz da Volkswagen, na Alemanha, com fornecedores e com diversas áreas da Volkswagen do Brasil.

Números da obra da Nova Pintura da fábrica de Taubaté

64.000 m² de área construída

1.400 estacas de fundação

2.500 toneladas de aço

1.100 trabalhadores envolvidos

720 toneladas de estrutura de metal suspensa

110 robôs

2,1 km de sistemas transportadores no processo

560 mil litros de tinta no tanque do KTL


 





Youtube Blog Volkswagen Volkswagen Brasil Facebook © Volkswagen do Brasil 2017 | Ibama | Fale Conosco | Política da Privacidade